29/07/2015 - 00:33:53

Janduy Carneiro denúncia total falta de infraestrutura da UEPB e pede que Comissão de Educação da ALPB interfira no assunto

Janduy Carneiro denúncia total falta de infraestrutura da UEPB e pede que Comissão de Educação da ALPB interfira no assunto

 

Parlamentar lembra que diversas irregularidades, inclusive descumprimento de decisões judiciais, foram relatadas

 

O deputado estadual Janduhy Carneiro (PTN) denunciou na manhã desta quarta-feira, 22, a total falta de infraestrutura da Universidade Federal da Paraíba, onde falta até mesmo papel para a impressão das provas dos estudantes. As irregularidades, inclusive, judiciais, cometidas pelo Governo do Estado foram relatadas durante uma sessão especial realizada na última sexta-feira, 17, proposta pelo próprio deputado, no plenário da Casa Epitácio Pessoa. 

Professores e servidores da instituição apresentaram dados sobre a situação de precariedade da UEPB, que vai desde a falta de laboratórios a não construção dos campi de João Pessoa, Patos e Monteiro. Falta de assistência estudantil, restaurante universitário gratuito e residência universitária também foram relatadas. Até papel para impressão de provas está faltando. “A UEPB se encontra num cenário de verdadeiro caos e abandono, o que motivou a luta dos docentes. Os servidores, técnicos administrativos, estão há mais de 90 dias em greve e agora os docentes aderiram a mobilização”, lembra Janduhy. 

Segundo o parlamentar, outro ponto fundamental do debate foi a questão do descumprimento da data base, por parte do governo estadual, o pagamento do reajuste das perdas salariais, previsto para janeiro deste ano, de 8%, que foi aprovado pelo Conselho Universitário daquela instituição e que deveria ter sido encaminhado à Assembleia Legislativa para apreciação. “Mas até o momento a mensagem não foi enviada pelo Estado, ferindo a autonomia da Universidade Estadual da Paraíba”, revelou o deputado. 

A sessão também discutiu a decisão do juiz Ruy Jander, da 7ª Vara da Fazenda Pública de Campina Grande, que determinou a implantação de 6,41% nos salários dos profissionais em educação da instituição, retroativos ao mês de janeiro. “Mas que até o presente momento não se tem notícia do cumprimento da decisão judicial”, lamentou Janduhy. 

“Diante deste quadro de inúmeras irregularidades, inclusive judiciais, do não cumprimento das ordens judiciais, faz-se necessária a abertura de negociações e instalação de uma mesa técnica com representantes do governo, da reitoria, dos docentes, funcionários e estudantes, para em conjunto debater todas estas questões e encontrar soluções para os problemas da UEPB”, sugere o deputado. 

O expediente foi enviado ao presidente da ALPB no intuito de na próxima terça-feira, dia 28 de julho, no âmbito da Comissão de Educação da Assembleia, seja realizada uma sessão para discutir os pleitos dos servidores e docentes da Universidade estadual da Paraíba. 

Na sessão especial, proposta por Janduhy, e realizada na última sexta-feira, 17, participaram o deputado Renato Gadelha (PSC), representante do comando de greve da UFPB, professor Nelson Junior, representante do Fórum dos Servidores Estaduais, Lourdes Sarmento, representante do comando local de greve da UFPB e representante do Campus V da UEPB, professor Kleber Solimon.